A ORAÇÃO QUE TODOS OS PAIS DEVERIAM FAZER

O livro dos Juízes nos conta a história de Sansão. Seu nascimento foi como o de outros grandes homens da Bíblia: resultado de um milagre. Sua mãe era estéril (Jz 13.2). Em certa ocasião, o Anjo do SENHOR apareceu à esposa de Manoá, e anunciou-lhe que ela teria um filho dando-lhe algumas instruções quanto ao voto de nazireu que eles deveriam observar na vida de menino que nasceria.

Quando soube da visita do Anjo, Manoá que não estivera presente na ocasião ficou preocupado e então orou ao SENHOR Deus assim: “Ah! Senhor, meu, rogo-te que o homem de Deus que enviaste venha outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer” (Jz 13.8). A história de Sansão nos mostra que o que coube aos seus pais fazerem quanto à criação de Sansão eles fizeram. Infelizmente, Sansão por vezes mostrou-se leviano e longe dos princípios do SENHOR Deus. Em outra ocasião poderei falar mais sobre isso. Por enquanto quero chamar a sua atenção para a atitude dos pais de Sansão.

Em primeiro lugar, Manoá nos mostra que a principal atitude que nós pais devemos ter para com os nossos filhos é procurar compreender a vontade de Deus para a vida deles. Infelizmente, os pais parecem estar mais preocupados em fazer as vontades de seus filhos do que a vontade de Deus. Tais filhos são ídolos nos corações de seus pais atrapalhando a exclusiva adoração a Deus.

Em segundo lugar, Manoá nos mostra com sua oração que precisamos repetir as instruções de Deus quantas vezes forem necessárias: “…rogo-te que o homem de Deus que enviaste venha outra vez e nos ensine o que devemos fazer…”. A pedagogia moderna sempre demonstra uma aversão à repetição, mas a Pedagogia Divina nos mostra que o ato de inculcar exige tal repetição até que se torne um hábito em nossa vida.
Ore com seus filhos, e ore por eles; peça a instrução de Deus quantas vezes for necessário .
Soli Deo Gloria!

Rev. Olivar Alves

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Aconselhamento Bíblico. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.