As trigêmeas da infelicidade

Três pecados que sempre aparecem juntos são: inveja, murmuração e amargura. Elas são as “trigêmeas da infelicidade”.

Um coração carregado de inveja é incapaz de se alegrar com a felicidade de outrem. Antes, vê a outra pessoa como indigna de ter o que ela tem. Um caso bíblico sobre inveja é o que está registrado em At 5 que narra a história de Ananias e Safira que ao ver que Barnabé foi notado por sua generosidade em doar todo o valor de uma propriedade que tinha, quiseram também ser honrados, porém, para isso usaram de mentira. Retiveram parte do valor consigo e deram o restante aos apóstolos como se fosse o valor total. O resultado foi a morte de ambos.

O mesmo pode ser dito da murmuração. Uma pessoa que vive murmurando está sempre infeliz com o que tem. Sempre está insatisfeita apesar de ser maravilhosamente abençoada por Deus. Podemos tomar como exemplo o povo de Israel no deserto que experimentou o sustento de Deus de forma miraculosa através do maná celestial, da água que saía da rocha, etc. o pecado de murmuração do povo custou-lhe a morte de todos os veteranos que saíram do Egito, e somente seus filhos puderam entram em Canaã, e isso após 40 anos de peregrinação no deserto.

Quanto à amargura devemos atentar para o que a Bíblia nos ordena em Hb12.15: “tentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados”. A amargura se alastra num coração e em pouco tempo afeta outras vidas. E para sermos sinceros, ninguém gosta de ficar perto de alguém amargurado, não é mesmo?

Afastar inveja, a murmuração e a amargura de nosso coração não é só uma questão de felicidade e bem estar. É principalmente uma questão de obediência a Deus, pois, a Bíblia nos diz em Tg 3.16: “Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins”.

Quanta infelicidade em nosso coração e em nossos relacionamentos poderiam ser evitadas se levássemos a sério o que a Palavra de Deus nos ordena. Bons sentimentos são resultado de ações obedientes!

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Aconselhamento Bíblico. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.