Falácia

Uma palavra que pode descrever a sociedade em nossos dias é “hipocrisia”. Posso ser processado porque como pastor se eu pregar contra certos assuntos, estarei cometendo o crime de homofobia, discriminação, etc. A Verdade na qual eu creio e prego é uma ofensa para alguns e é passível de penalização. Contudo, ouço o tempo todo pessoas falando palavrões em suas conversas, nos programas de TV, ensinando coisas que ferem o pudor, mas, isso não dá nenhum processo. Aliás, se eu mover uma ação contra tais pessoas serei taxado de “fundamentalista”, “santarrão”, “puritano” e até mesmo de “hipócrita”, pois, onde já se viu alguém se ofender com tais coisas?! Não entendo essa sociedade. Por que posso ser processado mesmo usando palavras corretas, enquanto outros saem ilesos?

Um dia desses na cidade de Ribeirão Preto (SP) um pastor e sua Igreja decidiu colocar num cartaz bem grande, versículos bíblicos que condenam práticas homossexuais. A comunidade LGBTT se manifestou ameaçando-os de processo judicial e outras coisas. Admito que eu não faria o que aquele pastor fez não pelo conteúdo mas, pela forma como ele fez. A Igreja precisa se mostrar acolhedora e amorosa aos homossexuais e a todos quantos estão sofrendo e estão vazios em seus corações. Mas, o que me chama a atenção é que um crente não pode expor o que ele crê, mas, os demais podem falar besteiras e nada lhes acontece.

Sou a favor da lei contra a homofobia, desde que ela se mostre eficaz para todos, inclusive contra aqueles que querem calar a boca da Igreja. Será que um crente poderá processar um homossexual quando este o chamar de “moralista”, “fundamentalista”, ou disser que a Bíblia é um livro retrógrado e ultrapassado? Espero que sim. Embora eu não processarei ninguém que vier a me ofender, pois, Cristo me manda perdoar.

Rev. Olivar Alves Pereira

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Reflexão Bíblica. Bookmark the permalink.

One Response to Falácia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.