O JEJUM BÍBLICO

Uma irmã me procurou perguntando sobre o jejum de acordo com a Palavra de Deus. Dei-lhe a seguinte resposta e julguei importante compartilhar com quem quiser aprender mais sobre o assunto.

O Jejum bíblico

1) O principal motivo é quebrantamento e arrependimento. Assim sendo, quando jejuamos dentro desse propósito estamos mostrando a Deus arrependimento, contrição e clamando Sua misericórdia (leia 2Cr 20).
2) Deve ser feito em tempos de calamidades (públicas ou pessoais) clamando a misericórdia de Deus. Não deve ser entendido como “greve de forme” forçando Deus a usar de misericórdia para conosco, mas, sim, mostrando nossa dependência Dele especialmente nestes momentos de calamidade (Leia o livro de Ester).
3) Não jejuamos para justificar nossos desejos (leia 1Rs 21)
4) Deve ser feito da seguinte forma: Em vez de estarmos comendo e nos fortalecendo fisicamente, estamos nos fortalecendo espiritualmente e mostrando com isso, que para nós as coisas eternas são mais importantes que as terrenas (Cl 3.1-3).
5) Não jejuamos ou oramos para Deus mudar as circunstâncias, mas, sim, para que nas circunstâncias Ele mude o nosso coração trazendo-nos para mais perto Dele (Leia Dn 9).
6) Quanto à maneira que devemos fazer o jejum: quase sempre na Bíblia vemos as pessoas jejuando abstendo-se somente do alimento, mas, não da água (veja Mt 4.2). Também não jejue num dia em que você realizará um trabalho braçal ou físico pesado. De preferência jejue no Dia do Senhor, por ser um dia em que as atividades físicas do trabalho não são exigidas. Deus não quer sacrifícios nossos (o único sacrifício que nos garante bênçãos diante de Deus é o de Cristo). Logo, se em algum momento você abrigar em seu coração a ideia de estar se sacrificando diante de Deus para que Ele atenda você, PARE IMEDIATAMENTE O JEJUM e peça perdão por ter insultado a Deus e desprezado o sacrifício de Cristo.

Jejum sem quebrantamento é algo ofensivo a Deus.
Medite em Is 58 e 59.

Rev. Olivar Alves Pereira

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Aconselhamento Bíblico, Reflexão Bíblica. Bookmark the permalink.

6 Responses to O JEJUM BÍBLICO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.