O quê temos entesourado para os nossos filhos?

Leia 2Coríntios 12.14

O apóstolo Paulo enfrentou várias dificuldades por parte dos crentes da Igreja de Corinto. Com relação ao seu ministério apostólico os coríntios manifestavam dúvidas de suas credenciais. Um dos receios que Paulo tinha em relação a eles era o de ser-lhes pesado. Por isso, quando manifestou o desejo de visitá-los, deixou bem claro que faria isso com seus próprios recursos. Ele se via como “pai espiritual” deles, e eles como seus “filhos na fé”. Foi neste contexto que ele disse essas palavras: “Não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais, para os filhos”.

Este princípio encontra seu respaldo nas palavras do próprio Senhor Jesus Cristo quando disse: “O homem bom do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o mau do mau tesouro o mal” (Lc 6.45), e ainda em Mt 13.52: “Então, lhes disse: Por isso, todo escriba versado no reino dos céus é semelhante a um pai de família que tira do seu depósito coisas novas e coisas velhas”.

Quero aqui tomar esse princípio para falar-lhes sobre: O quê temos entesourado para os nossos filhos?

Certa vez, enquanto realizava um ofício fúnebre, um dos pastores que estavam ali comigo realizando o ofício falou às pessoas ali presentes sobre a herança que um pai deixa para os seus filhos. Ele então comentou sobre seu avô que foi o primeiro a ser convertido a Cristo em sua família e que transmitiu aos seus descendentes o Evangelho. Então aquele pastor disse o seguinte: “Muitos dos descendentes de meu avô ainda têm a herança material que ele deixou, mas, abandonaram a herança do Evangelho há muito tempo”.

Isso me fez pensar que nós como pais desejamos deixar para os nossos filhos uma herança com a qual eles começaram suas vidas e famílias.

Louvo a Deus pela vida de meu papai, o diácono Josué Pereira. Papai era um homem simples, que herdou de seu pai um sítio e também a Fé Evangélica. E eu herdei essas duas coisas de papai. A herança material que ele me deixou transformei-a em um imóvel para minha família o qual deixarei de herança para a minha filha. Mas, a herança do Evangelho, essa é imensurável, vai além do que eu possa imaginar em termos de valores. E essa herança minha esposa e eu estamos deixando para nossa filha também.

Numa era como a nossa, quando se valoriza uma pessoa pelas suas posses, pelas marcas de suas roupas e outras coisas tais como essas, quando os valores da Palavra de Deus estão sendo não mais ignorados como antes, mas, agora, até mesmo atacados ferrenhamente por líderes políticos e grupos sociais cujo comportamento é rechaçado pela Palavra de Deus e por isso mesmo ela é vista como um inimigo a ser vencido e calado, precisamos levantar nossa voz primeiramente, em clamor a Deus suplicando-Lhe forças e coragem para falarmos a verdade, e também levantarmos a voz contra esses abusos e denunciarmos o pecado venha ele de onde e de quem vier.

Numa era como a nossa em que nossas crianças, adolescentes e jovens são bombardeados o tempo todo por uma cultura permissiva, libertina, egoísta e sem escrúpulos, nós, pais crentes em Cristo Jesus, devemos:

1)      Mostrar aos nossos filhos que Deus é o nosso maior tesouro.

No Sl 16.2 lemos: Digo ao SENHOR: Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente”. Em outras palavras, Deus é o maior tesouro do nosso coração e não existe nada nem ninguém acima Dele em nosso coração.

Pais que amam a Deus de verdade, que mostram aos seus filhos que é a glória de Deus que move seus corações e é por ela que eles agem e vivem, com toda probabilidade colherão o doce fruto de verem seus filhos amando a Deus também.

Pai, você tem mostrado para o seu filho que Deus é o seu maior tesouro?

Também devemos

2) Mostrar aos nossos filhos como fazer de Deus o nosso maior tesouro

No Sl 37.3-5 lemos: Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará”.

Certa vez, um irmão passava por dificuldades numa determinada área de sua vida. Ele se sentia extenuado com o fardo que carregava sozinho. Não compartilhava nada com seus filhos e nem mesmo com sua esposa. Quando lhe perguntei o porquê ele assim fazia me disse que não queria sobrecarregar seus filhos com preocupações que eram dele. Neste momento lhe disse que ele estava desperdiçando uma oportunidade singular para mostrar aos seus filhos que ainda eram pequenos como é que um servo de Deus lida com um problema. Ele um pouco confuso me disse: “Mas eles são frágeis demais para suportarem tamanho peso”, e eu lhe perguntei: “Mas quem foi que disse que você é forte o suficiente para carregar isso sozinho?”.

Mostrei-lhe que ele deveria com as palavras certas mostrar aos seus filhos que:

a)       eles estavam enfrentando um sério problema

b)      que nem mesmo com a ajuda de todos da família poderiam resolver o problema

c)       e, que por isso mesmo, deveriam buscar a Deus e confiar exclusivamente no Seu poder.

Os pais de filhos pequenos são vistos por estes como verdadeiros super-heróis. Na imaginação deles somos capazes de realizar coisas praticamente impossíveis.  Para uma criança, nós pais somos literalmente gigantes, super-heróis, e até gostamos disso, não é mesmo?

Mas, quanto antes mostrarmos para os nossos filhos que dependemos de Deus totalmente, de que sentimos medo e que este medo é desfeito quando confiamos em Deus, melhor será para eles.

Devemos mostrar para os nossos filhos que:

a)       confiamos em Deus (Sl.37.3)

b)      nos agradamos de Deus e nos deleitamos somente Nele e em Sua glória (Sl 37.4)

c)       entregamos a Ele o controle e o destino de nossa vida (Sl 37.5) e que não nos importa para onde Ele nos levará, que tormentas Ele nos permitirá passar, mas, sim, o que realmente nos importa é que Ele esteja conosco e nossa vida esteja segura em Sua poderosas mãos.

A melhor roupa que você pode vestir diante de seu filho não é uma fantasia de super-herói, mas, sim, a de um servo que está atento ao agir de Deus, “Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos: em ti confio; não desampares a minha alma” (Sl 141.8).

Conclusão

Voltando à pergunta-tema, o quê você tem entesourado para os seus filhos?

Uma boa educação, recursos materiais e coisas desse tipo são necessárias, mas, somente o Senhor Deus é essencial.

Aquilo que você considera ser um “bom padrão de vida” inclui o temor a Deus? Com a sua vida você tem mostrado para os seus filhos que Deus é a base e o tudo de seu coração?

O que você tem transmitido aos seus filhos é o que diz o Sl 16.2 ou o que diz Mc 8.36?

Mensagem proclamada na Igreja Presbiteriana no Jardim Sul (São José dos Campos) em 08/01/2012

Rev.Olivar Alves Pereira

 

 

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Teólogo, Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor de Teologia Sistemática, Teologia Contemporânea, Ética e História Bíblica, História e Teologia da Igreja, Educação Cristã e Teologia Sistemática, Sociologia e Ensino Religioso em seminários e escolas na região do Vale do Paraíba, também escreveu lições para a revista de EBD para os adultos da Editora Cristã Evangélica. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador.
This entry was posted in Aconselhamento Bíblico. Bookmark the permalink.

4 Responses to O quê temos entesourado para os nossos filhos?

  1. Lia says:

    Essas e outras mensagens tem abençoado nossas vidas. Cansada de pregações tão vãs das igrejas evangélicas, encontrei na IPJd.Sul o que eu precisava, e nao o que eu queria.

  2. Sérgio Vinícius says:

    “encontrei na IPJd.Sul o que eu precisava, e nao o que eu queria.”

    Perfeito o comentário, pena que poucos hj procuram a igreja que precisam e sim a que querem…Que Deus possa nos ajudar a sempre pregar o que as pessoas precisam ouvir e não o que elas querem ouvir.
    Deus abençoe a vida do Rev. Olivar e toda sua igreja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.