Poeira de estrela?

O senso de ridículo passa longe de muitos (pretensos) cientistas. Um dia desses assisti a um documentário cujo ponto central era a teoria de que viemos todos, quer seres vivos, ou quaisquer elementos naturais, do núcleo de uma estrela que explodiu.

O que me faz rir nessa história toda não é a afirmação de que somos “poeira de estrela”, até mesmo porque a Bíblia afirma que somos “pó da terra”. Entre pó de estrela e pó da terra até que não há muita diferença. O que me deixa intrigado e até mesmo revoltado é a incoerência dos cientistas que dizem que para o homem pós-moderno os pressupostos religiosos devem ser abandonados e desprezados por não passarem de mera superstição e atraso. Contudo,o que eu pergunto é: são as teorias científicas isentas dos tais pressupostos religiosos?

Observe essa “teoria” de que viemos todos do núcleo de uma estrela. Qual a diferença entre afirmarmos que somos poeira de estrela ou pó da terra? Se fico com o que a Bíblia diz, sou tido por atrasado e simplório. Mas, e se eu ficar com o que um cientista incoerente diz, serei o que? Lúcido? Creio que serei o mais tapado dos seres humanos, pois, no alto da minha arrogância sou incapaz de perceber minha incoerência.

Não quero aqui provocar rixas e disputas entre a Fé e a Ciência, até mesmo porque creio que ambas devem caminhar juntas se quiserem trazer benefícios para a humanidade. Mas quero chamar à coerência aqueles que ignoram a Verdade Absoluta da Palavra de Deus. Sim, embora a Bíblia não seja um livro científico (não é essa a proposta dela) ela é coerente, e quanto mais o tempo passa, por mais descobertas que a Ciência faça, sempre esbarra nas verdades há muito anunciadas pela Bíblia.

Eu não tenho dificuldade alguma com a verdadeira Ciência, que em vez de lutar para fazer o mundo ateu, busca respostas e soluções para as mazelas da humanidade. Mas, dessa pseudociência, que ridiculariza os pressupostos religiosos e ao mesmo tempo lança mão deles para “confirmar” suas teorias, eu quero é distância.

Se no passado a Fé Cristã foi acusada de ser a-cientista, hoje a ciência pode ser acusada de ser ateia.

Rev. Olivar Alves Pereira

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Apologética. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.