Porque “noutesia”?

Como falei no post “Meu propósito com esse blog”, fiquei de explicar a razão desse nome.

A palavra “noutesia” vem do vernáculo grego e quer dizer “aconselhar, orientar por meio de palavras, encorajar com instruções”. Por algum motivo os pastores conselheiros abriram mão dessa área tão importante na Igreja, a saber, o aconselhamento bíblico, e tal área que é muito importante ficou nas mãos dos tais “profissionais da saúde mental”.

Cada vez mais vemos pastores assustados e temerosos em aconselhar as pessoas que os buscam e com mais frequência ainda os vemos empurrando tais pessoas para psiquiatras que alegam ter a resposta para problemas como a depressão, que segundo eles, é uma doença (muitas vezes, mental). Não quero aqui repreender os psiquiatras, pois, com eles eu nada tenho a ver. Meu objetivo aqui é chamar a atenção do pastores quee, ou mandam suas ovelhas para esses “profissionais” ou correm para as universidades para fazerem um curso de psicologia, ou pior ainda, recorrendo a cursos de psicanálise quinta categoria e saem por aí “tratando” de tais pessoas. Sem querer jogar mais lenha na fogueira, basta colocarmos um psiquiatra, um psicólogo e um psicanalista fechados numa sala e lançarmos a seguinte pergunta: “O que vocês têm a dizer sobre a depressão?”, e veremos que quem realmente precisa de tratamento são eles.

Como disse, quero aqui chamar a atenção dos pastores para o fato de que eles têm em suas mãos a solução, a saber, a Bíblia. Ela é suficiente para nós em tudo, inclusive no aconselhamento. Ela tem todas as respostas para todas as questões e sofrimentos humanos. Ela é a Palavra do Deus Vivo que conhece perfeitamente a nossa estrutura. Portanto, num linguajar bem simples, a Bíblia e o nosso manual dado por Deus.

O pastor não deve ter medo de dizer para aqueles que buscam o seu conselho o que eles devem fazer. Deve abrir a Bíblia com confiança no Espírito Santo que age através dela nos corações. Deve ser tão diretivo em seu gabinete pastoral quanto o é no seu púltito.

Por isso, o conselheiro bíblico é noutético, ou seja, ele com base na Palavra de Deus dá orientações oriundas Dela, as quais se forem devidamente obedecidas trarão paz ao coração cansado e sofrido. Como diz o Salmo 119.165: “Grande paz tem os que amam a sua lei, para eles não há tropeço”.

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Pinheiro, Jacareí - SP, Bacharel em Teologia e Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor e membro do Conselho Acadêmico do Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba (CETEVAP), São José dos Campos -SP, onde iniciou em 2020 seu Mestrado em Aconselhamento Bíblico. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos - ABCB. Na Política sou Conservador. Casado com Janaina F. S. A. Pereira e pai de Ana Cristina S. Pereira.
This entry was posted in Reflexão Bíblica. Bookmark the permalink.

2 Responses to Porque “noutesia”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.